COMO RESCINDIR UM CONTRATO DE ARRENDAMENTO

  • 1 ano atrás
rescindir um contrato de arrendamento

Se és senhorio e necessitas rescindir um contrato de arrendamento, antes do término do mesmo, existem várias situações em que isso é possível.

No entanto, há procedimentos legais que devem ser seguidos para garantir que a rescisão é feita de forma legal e evitar problemas futuros.

Neste artigo, iremos explorar as situações em que é possível rescindir um contrato de arrendamento, os prazos e os procedimentos legais que deves ter em conta.

Situações em que é possível rescindir um contrato de arrendamento

Existem várias situações em que é possível rescindir um contrato de arrendamento, antes do término do mesmo. Algumas das situações mais comuns incluem:

1 – Necessidade do imóvel pelo senhorio

Se o senhorio precisar do imóvel para uso próprio ou para a sua família, é possível rescindir o contrato de arrendamento. No entanto, é necessário que esta necessidade seja real e que o senhorio não tenha outra propriedade onde possa morar.

2 – Incumprimento por parte do inquilino

Se o inquilino não cumprir as obrigações estabelecidas no contrato de arrendamento, o senhorio pode rescindir o contrato. Por exemplo, se o inquilino deixar de pagar a renda ou se o imóvel for utilizado para fins ilegais.

3 – Despejo por obras

O senhorio pode rescindir o contrato de arrendamento se precisar de realizar obras no imóvel que tornem impossível a permanência do inquilino. No entanto, é necessário que as obras sejam realmente necessárias e que não seja possível realizar a obra com o inquilino presente.

4 – Cessação do contrato por acordo entre as partes

O senhorio e o inquilino podem chegar a acordo para cessar o contrato antes do término do mesmo. Este acordo deve ser feito por escrito e deve especificar as condições da rescisão.

Prazos para rescindir um contrato de arrendamento

Os prazos para rescindir um contrato de arrendamento dependem da situação em causa.

No caso de necessidade do imóvel pelo senhorio, o prazo de aviso prévio é de seis meses. O senhorio deve comunicar ao inquilino, por escrito, a sua necessidade de usar o imóvel com, pelo menos, seis meses de antecedência.

No caso de incumprimento por parte do inquilino, o senhorio pode rescindir o contrato, após 15 dias depois do aviso de incumprimento. Este aviso deve ser feito por escrito e deve especificar as obrigações que não foram cumpridas pelo inquilino.

No caso de despejo por obras, o senhorio deve informar o inquilino com, pelo menos, seis meses de antecedência. O aviso deve ser feito por escrito e deve especificar a duração prevista das obras.

No caso de cessação do contrato por acordo entre as partes, o prazo para rescindir o contrato deve ser especificado no acordo escrito.

Procedimentos legais a ter em conta

Para rescindir um contrato de arrendamento antes do término do mesmo, é necessário seguir alguns procedimentos legais para garantir que a rescisão é feita de forma legal.

Os procedimentos legais a ter em conta incluem:

– Comunicação por escrito

Independentemente da situação em causa, a rescisão do contrato de arrendamento deve ser comunicada por escrito ao inquilino. A comunicação deve incluir os motivos da rescisão, o prazo para a rescisão e outras informações relevantes.

– Aviso prévio

Como mencionado anteriormente, em algumas situações é necessário fornecer um aviso prévio ao inquilino antes de rescindir o contrato de arrendamento. Certifica-te de enviar o aviso dentro do prazo especificado pela lei e de incluir todas as informações relevantes.

– Negociação

Se possível, tenta negociar com o inquilino antes de tomares medidas legais. Às vezes, um acordo pode ser alcançado sem a necessidade de rescindir o contrato de arrendamento. Isso pode ajudar a evitar litígios desnecessários.

– Consulta a um advogado

Se tiveres dúvidas sobre a legalidade da rescisão do contrato de arrendamento ou se precisares de ajuda com o processo, é sempre recomendável consultar um advogado especializado em direito imobiliário. Eles podem fornecer orientação legal e ajudar-te a garantir que todos os procedimentos são seguidos corretamente.

Conclusão

Rescindir um contrato de arrendamento, antes do término do mesmo, pode ser uma decisão difícil, mas às vezes é necessário. É importante seguir os procedimentos legais para garantir que a rescisão seja feita de forma legal e evitar problemas futuros. Lembra-te de comunicar por escrito ao inquilino, fornecer aviso prévio quando necessário, negociar se possível e consultar um advogado se tiveres dúvidas ou precisar de ajuda com o processo.

******

Entretanto, se queres comprar ou vender uma casa ou tens alguma questão relacionada com o imobiliário, podemos ajudar-te. Contacta-nos hoje mesmo!

Félix Consultores
www.felixconsultores.pt

Facebook
Twitter
LinkedIn
Email

Compare anúncios

Comparar